BASIC

Grupo responsável:

  1. Ivan J. Rambo
  2. Guilherme Wille Acosta
  3. Marcelo Bonoto

Código de Instruções Simbólicas de Uso Geral para Principiantes - BASIC, é uma linguagem de programação, criada com fins didáticos, pelos professores John George Kemeny e Thomas Eugene Kurtz em 1964. É utilizada na área de programação como uma linguagem de ensino da lógica. O motivo dessa linguagem ser usada no ensino da lógica é porque ela foi desenvolvida para ser uma linguagem extremamente de alto nível, ou seja, bem próxima da linguagem humana.

História

BASIC foi projetado para permitir que os estudantes escrevessem programas para o Dartmouth Time-Sharing System. A linguagem atacava a complexidade das linguagens existentes na época e se destinava a uma nova classe de usuários mais simples e que não estavam tão interessado na velocidade, mas sim em usar a máquina. Nos anos seguintes, com o aparecimento de outros dialetos da linguagem, a versão original passou a ser conhecida como Darthmouth BASIC. Os oito princípios de projeto de BASIC foram:

  • Ser fácil, para ser utilizada por iniciantes,
  • Ser uma linguagem de programação de uso geral
  • Permitir que especialistas adicionassem características avançadas, sem tornar a linguagem mais complicada para os iniciantes.
  • Ser interativa
  • Fornecer mensagens de erro claras e amigáveis.
  • Responder rapidamente para programas pequenos
  • Não exigir o conhecimento do hardware do computador
  • Proteger o sistema operacional do usuário.

Características

BASIC é uma linguagem imperativa de alto nível, pertencente à terceira geração, que é normalmente interpretada e, originalmente, não estruturada, por ter sido fortemente baseada em Fortran II. Com o tempo, BASIC evoluiu, criando condições para a programação estruturada e até mesmo para a programação orientada a objetos, como é o caso das últimas versões do Visual Basic. O principal benefício do Basic é que se pode criar aplicações de baixo e médio porte com relativa simplicidade e rapidez, enquanto que, em outras linguagens, como o C/C++ e Java, o processo é mais longo. Um dos males do Basic é que a biblioteca de funções não é externa, e sim interna, ou seja, junto a linguagem. Mas ainda é uma linguagem muito divertida por:

  • Ser fácil para ser utilizada por iniciantes na programação (tanto por hobby ou profissão);
  • Ser uma linguagem de programação para qualquer coisa;
  • Permitir que fossem adicionassem características avançadas, sem tornar a linguagem mais complicada para os usuários;
  • Fornecer mensagens de erro claras e amigáveis;
  • Responder rapidamente para programas pequenos;
  • Não exigir o conhecimento do hardware do computador (o que assusta muito os iniciantes);
  • Proteger o usuário de erros causados pela má programação no sistema operacional.

Sintaxe

Cada instrução em BASIC ocupa uma linha. Para usar mais de uma linha é necessário usar um caractere de continuação. Um dos aspectos mais conhecidos de BASIC era a utilização de numeração para as linhas. A maioria dos interpretadores possui um comando RENUMBER que permite renumerar todas as linhas de acordo com um intervalo pré-determinado. Alguns, mas não todos, dialetos mais modernos abandonaram os números e suportam a maioria, ou todas, as instruções de controle estruturada e declaração de dados, permitindo a construção de programas estruturados como em Pascal.

Instruções

Algumas instruções em basic:

- LET, usado para atribuição:

10 LET A=1

- READ, lê uma ou mais variáveis de declarações DATA (mais tarde nomeada de INPUT):

20 READ B,C,D

- DATA, define listas de valores que são lidos pelo READ:

30 DATA 10,20,30

- PRINT, imprime o valor de expressões:

40 PRINT A,"VALOR DE ",B+C

- GOTO, redireciona o fluxo de execução para outra linha:

50 GOTO 500

- IF-THEN, redireciona o fluxo de execução para outra linha de acordo com um teste:

500 IF B<C THEN GOTO 20

- FOR-TO-STEP, inicia um laço de repetição:

510 FOR I=1 to 7 STEP 2

- NEXT, indica a continuação de uma repetição:

600 NEXT I

Código

Um pequeno trecho de código em basic que calcula os primeiros N números perfeitos:

  • 1000 INPUT “DIGITE UM NUMERO”; N%
  • 1010 LET D1%=1
  • 1020 LET Ni%=0
  • 1030 LET D2%=1
  • 1040 LET S1%=0
  • 1050 LET Q%=D1%/D2%
  • 1060 IF Q%*D2%=D1% THEN S1%=S1%+D2%
  • 1080 IF S1%>D1% THEN GOTO 1120
  • 1090 D2%=D2%+1
  • 1100 IF D2%<D1% THEN GOTO 1050
  • 1110 IF S1%=D1% AND D1%<>1 THEN Ni%=Ni%+1 : PRINT “N”Ni%”:” D1%
  • 1120 D1%=D1%+1
  • 1130 IF Ni%<N% THEN GOTO 1030
  • 1140 END
 
basic-1-trabalho.txt · Last modified: 2012/03/15 18:39 by clp · [Old revisions]