Perl - 2ª Parte

Grupo:

  1. Pablo Tyszkievicz Kila
  2. Lucas Mendonça de Souza Xavier
  3. Ítalo Dombrowski Machado

Composição dos nomes

  • O tamanho maxímo permitido para os nomes das variáveis é de 251 carácteres. Mas esse valor é apenas representativo pois de acordo com as boas práticas, uma variável não pode ter mais de 30 letras/números com nome;
  • Em relação a nomeação de variáveis, existe distinção entre letras maísculas e minúsculas, ou seja, $teste é diferente de $TESTE;
  • Ao todo, contando com os literais, as variáveis normais e de ambiente e descritores de arquivos, a linguagem possui 66 palavras reservadas por padrão, mas mais delas podem ser adicionadas de acordo com necessidades específicas. Se incluirmos todos os módulos centrais da linguagem (manipulação de arquivos, por exemplo), contudo, são mais de 200 nomes de funções, 40 palavras necessárias à sintaxe, 130 variáveis padrão e mais de 230 nomes de uso misto.

Variáveis

  • Perl suporta apelidos. Os parâmetros, por exemplo, são passados para subrotinas através do arranjo ”@_”, onde cada elemento desse arranjo é um apelido para uma variável passada. Ponteiros também podem ser usados para apelidar variáveis;
  • Não existe uma faixa de valores definida. A linguagem não uma faz uma distinção entre tipos, o tamanho necessário vai sendo alocado de acordo com a necessidade;
  • As declarações, a princípio, são omitidas em Perl. Entretanto, para módulos que visam à portabilidade, é uma boa prática de programação incluir o módulo “use strict”, que exige que o escopo das variáveis usadas no script seja previamente declarado;
  • Possui vinculação dinâmica de tipo, ou seja, ele é definido, conforme o seu valor de entrada (embora a escolha entre os tipos fundamentais arranjo, hash e escalar seja explícita);
  • Não possui tipificação forte. Os valores podem ir modificando seu tipo conforme a necessidade. Há, contudo, a limitação de que eles se mantenham dentro dos tipos fundamentais arranjo, hash ou 'escalar' (usado para variáveis isoladas). Dentro desses tipos, as variáveis podem assumir vários comportamentos;
  • Há suporte para escopo tanto dinâmico quanto estático. A palavra-chave “my”, define uma variável local de escopo estático, enquanto que a palavra “local”, define uma variável local de escopo dinâmico.
 
perl-2-trabalho.txt · Last modified: 2012/03/29 22:58 by clp · [Old revisions]