Linguagem R

Integrantes do Grupo responsável:

  • Bruno Giacobo Pinto
  • Daiane Focking Andrade

Composição de nomes

- Qual o tamanho máximo que podem ter os nomes?

Nas versões atuais da linguagem, não há limites para nomes de variáveis, porém, em versões anteriores o limite era de até 256 caracteres.

- Existe distinção entre maiúsculas e minúsculas na composição dos nomes?

Os nomes da variáveis são case sensitive, ou seja, o caracter A e a são simbolos diferentes e se referem a diferentes variáveis. Normalmente, todos os simbolos allfanuméricos são permitidos (e em alguns países isso inclui letras acentuadas) mais '.' e '_', com a restrição de ter o dever de começar com '.' ou uma letra, e se começar com '.' o segundo caractere não pode ser um digito.

- Quantas palavra-chave e palavra reservada existem na linguagem? Devido a linguagem ser mais uma plataforme que uma linguagem de programação propriamente, R possui apenas 11 palavras reservadas:

 function
 return
 if
 else
 for
 while
 repeat
 break
 next
 ifelse
 do.call

Sobre as variáveis

- Existe suporte a apelidos?

Em R, quando é atribuido um valor a uma variável, esta mesma recebe o mesmo tipo do valor que a ela foi atribuido.

- Que tipos de declarações são aceitas (implícitas, explícitas, etc.)?

A declaração não é feita de forma implícita pois não há uma convenção, como em FORTRAN, que se for declarado com um determinado tipo de letra inicial que diga que é real ou inteiro. Entretanto, a declaração também não é explícita pois na verdade, em R não há delcaração de variáveis, assim como em python, no início do programa (ou no meio dele), e sim a utilização de atribuições diretas, as variáveis vão assumir um tipo de acordo com a atribuição dada a ela.

- Existe suporte a vinculação dinâmica de tipos?

A variável é vinculada ao que lhe for atribuido, possuindo assim, vinculação dinâmica.

- Existe suporte a tipificação forte?

A Linguagem é Dinamicamente Tipada, pois não admite sobreescrever valores.

- Como é o escopo? Estático, dinâmico ou ambos?

Por não admitir que as variaveis sejam vistas por outras partes do código, a linguagem R possui escopo estático.

 
r-2-trabalho.txt · Last modified: 2012/03/29 18:04 by clp · [Old revisions]